Notícias

Presidente do Crea-TO participa do 4º Encontro de servidores e conselheiros do Crea-SE

09/03/2018 17h20 - Atualizado em 13/03/2018 14h57

Entre os dias 08 e 09 de março, o presidente do Crea-TO, Eng. Civ. Marcelo Costa Maia participa do evento 4º Encontro de Servidores e Conselheiros no Crea-SE.





A atuação dos Conselhos de Fiscalização à luz do princípio da transparência; controle de gestão; desafios em gestão de pessoas na atualidade; planejamento previdenciário e os benefícios da Mútua. Os temas marcaram o primeiro dia de palestras do 4º Encontro de Servidores e Conselheiros, evento promovido pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Sergipe (Crea-SE). A programação aberta nesta quinta-feira (8/3) prossegue até sexta-feira (9/3) na sede da Associação dos Engenheiros Agrônomos de Sergipe (AEASE).

O evento foi aberto pelo presidente do Crea-SE, engenheiro agrônomo Arício Resende que fez uma breve explanação sobre as mudanças implantadas no Conselho com foco, principalmente na melhoria do atendimento. Também apresentou a evolução do Crea, fruto das medidas adotadas em seu primeiro mandato, e as ações que serão desenvolvidas para os próximos três anos.

Arício Resende também destacou a importância do Encontro. “O evento tem por finalidade alinhar as ações entre os membros do Conselho, diretoria e servidores com o objetivo de aprimorar os conhecimentos para que todos tenham mais clareza sobre o funcionamento do Crea e possam desenvolver suas atividades da melhor forma possível. É também um encontro de boas-vindas aos novos conselheiros empossados no início de fevereiro deste ano”, explica
ele.

Na oportunidade, o diretor de Benefícios da Mútua nacional,Jorge Roberto Silveira e o diretor-geral da Mútua em Sergipe, Ronald Donald destacaram a atuação da Instituição, como novos projetos e as diretrizes seguidas pela atual Diretoria Executiva, além de dados relativos aos benefícios e demais produtos oferecidos aos associados.

Já o gerente de Previdência da Mútua, Rodrigo Castilho, falou sobre a importância da Previdência Complementar. Com um panorama da atual situação do INSS, mediante a possível reforma da previdência, Castilho mostrou a relevância dos profissionais constituírem um fundo complementar para garantir suas aposentadorias no futuro.

Em seguida foi à vez da Coordenadora do MBA de Desenvolvimento Humano de Gestores e Recursos Humanos da Fundação Getúlio Vargas, Denise Athayde Dutra ministrar sobre o tema ‘Gestão de pessoas: desafios atuais e tendências’. Em sua abordagem, a palestrante pontuou que num contexto organizacional inteiramente inédito, é preciso dar um enfoque mais centrado na subjetividade humana. “Isto implica redescobrir a gestão de pessoas voltada para os fatores intangíveis característicos do ser humano: a emoção, os sentimentos, o prazer, a satisfação, os sonhos, a criatividade e a intuição”, disse ela.

A programação do primeiro dia foi encerrada com uma palestra sobre “TCU e os Conselhos de Fiscalização Profissional’, ministrada pela chefe da Controladoria do Confea, Mair Ferreira Ramos. O tema teve como foco esclarecer os principais pontos vinculados à elaboração dos relatórios de gestão e das prestações de contas submetidos ao exame e julgamento pelo Tribunal de Contas da União (TCU). ”Ao elaborar sua prestação de contas é fundamental que retrate, com a maior fidelidade possível, aquilo que efetivamente realizou com os valores que lhe foram confiados. É preciso ter em mente a regra de que a coisa pública deve ser cuidada à luz do princípio da transparência” alerta Mair.

Veja mais fotos aqui.

Fonte: Assessoria do Crea-SE