Notícias

I Fórum da Agropecuária Sustentável do Estado do Tocantins reúne estudantes, professores e profissionais para discutir os Caminhos Sustentáveis para Agropecuária Tocantinense

23/11/2018 18h31 - Atualizado em 23/11/2018 18h39

O I Fórum da Agropecuária Sustentável do Estado do Tocantins ocorreu nesta quinta e sexta-feira, nos dias 22 e 23 de novembro, no auditório do IFTO em Palmas, com o tema “Caminhos Sustentáveis para Agropecuária Tocantinense. Participaram estudantes, professores e profissionais das de engenharia agronômica, medicina veterinária, zootecnistas e áreas ligadas a agropecuária.



O evento foi realizado pela TFC Educacional, AEATO e Crea-TO. De acordo com um dos organizadores, engenheiro agrônomo Cid Muraishi, o objetivo foi apresentar temas atuais e soluções inovadoras a partir de discussão e estudo sobre agronomia sustentável. “ O evento trará não só a acadêmicos, mas também aos profissionais, novos olhares sobre o trabalho na agronomia e alternativas sustentáveis”, explica.

De acordo com o conselheiro do Crea-TO e engenheiro agrônomo, Thiago de Lazari, a agropecuária se destaca em nossa economia e tem substancial importância na composição do PIB do estado, sendo responsável por mais de 98% de tudo o que exportamos. “Estes dados expressam a importância deste evento, que surge com o fundamento de discutir cenários e perspectivas para a Agropecuária Sustentável do Tocantins”, destaca.

O estudante de engenharia agronômica, Lucas Martins, no ponto de vista do ouvinte os palestrantes do primeiro fórum da agropecuária sustentável trouxe um imenso conhecimento e novas técnica de pecuária e agricultura. “tornando um sonho de maior produtividade em pequenos espaços e com maior rendimentos econômicos atendendo o bem estar animal e do meio ambiente”, frisa.

O evento foi realizado pela TFC Educacional, AEATO e Crea-TO. De acordo com um dos organizadores, engenheiro agrônomo Cid Muraishi, o objetivo foi apresentar temas atuais e soluções inovadoras a partir de discussão e estudo sobre agronomia sustentável. “ O evento trará não só a acadêmicos, mas também aos profissionais, novos olhares sobre o trabalho na agronomia e alternativas sustentáveis”, explica.

O evento teve apoio da IFTO, Ruraltins, Ourofino, Unitins, ABCZ, CRMV, IBGE, Embrapa, Adapec, Premix, Saúde Animal, Governo do Tocantins, Sescoop-TO.