Notícias

Primeiro evento voltado para o empreendedorismo feminino é marcado por discussões sobre a trajetória e dificuldades da mulher engenheira

27/10/2021 17h57 - Atualizado em 27/10/2021 18h03

O evento foi uma realização do Comitê Gestor do Programa Mulher, em parceria com a Mútua.

Na noite da última terça-feira (26), o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Tocantins (Crea-TO) realizou a primeira Jornada da Mulher, em Palmas. O evento, que teve um número expressivo de público da área da Engenharia, estudantes e professores, foi um importante espaço de debate sobre o empreendedorismo feminino e os desafios enfrentados pela engenheira.

A aluna do curso de Engenharia de Alimentos da UFT, Gabriela Fonseca Leal, que apresentou o trabalho “Determinação da composição química, compostos bioativos, atividade antioxidante e antinutricionais do Tucumã”, disse se sentir honrada em participar da programação. “Este evento voltado para a mulher é algo que chama muito a minha atenção, é uma oportunidade de falar da Engenharia de Alimentos e do nosso papel na sociedade, e para a sociedade”, conta.

Para o Presidente do Crea-TO, o Engenheiro Civil Daniel Iglesias eventos como este estão previstos para as próximas agendas do Crea-TO. “Sabemos da importância de se falar da valorização do trabalho feminino e discutir os espaços de poder. Eventos como esse precisam fazer parte da nossa rotina, para que as nossas mulheres se sintam representadas e possam continuar se orgulhando da profissão”, ressalta Iglesias.

O evento foi uma realização do Comitê Gestor do Programa Mulher, em parceria com a Mútua.
 

Por Elini Oliveira